top of page

VOCÊ SABE ESCOLHER A COLEIRA IDEAL PARA SEU TOTÓ?


Cachorro andando de coleira

Antenado ao mundo o mercado de produtos pet apresenta novidades praticamente todos os dias, por isso na hora de comprar acessórios para seus animais de estimação os donos ficam indecisos, diante de tantas opções. Pensando em ajudar você nas próximas compras, trazemos hoje dicas importantes na hora de escolher uma boa coleira, que está no topo das necessidades de todo cão. 

O primeiro passo é levar em consideração o porte físico, a idade e o temperamento dele. Uma boa coleira deve ser segura, resistente e confortável evitando que, ao invés de segurar, ela enforque o bichinho. O ajuste correto deve ter sempre dois dedos de folga, nunca ultrapassando isso.

A coleira tradicional é a mais usada e aconselhável para a maioria dos animais. Feita de tecido, nylon, couro e outras variações ela é facilmente encontrada no mercado. Alguns especialistas até aconselham o uso dela 24 horas por dia para que o cão se acostume. O uso ininterrupto também ajuda no caso do animal fugir mas aí é preciso que as informações de contato estejam gravadas no acessório.

O "enforcador" é outro modelo que recebeu esse nome pela sensação de sufocamento que provoca quando o cachorro puxa a corrente. Muitos especialistas não recomendam, dizendo que esse sistema exige grande cuidado no manuseio. Geralmente o modelo é usado em cães de porte médio, que não ficam quietos. 

Coleira enforcador

Assim como a coleira, o enforcador deve ter uma folga para não enforcar realmente seu animal. Os modelos ajustáveis são os mais indicados, pois permitem regular a largura de acordo com o tamanho do pescoço do animal. Existem ainda outras variações, como as que possuem garras, mas são totalmente desaconselháveis já que podem perfurar o pescoço do animal.

Já as coleiras peitorais são as mais indicadas para animais de pequeno porte e ideais para os chamados cães-guia, que atuam no auxílio a pessoas com deficiências. Elas permitem alto controle do dono sobre o cão e não machucam animais com problemas respiratórios ou cervicais. 

Coleira peitoral

Existem ainda as coleiras Gentle Leader, recomendadas para animais agressivos e agitados, que não conseguem ser controlados durante as caminhadas. Porém, os peludos agitados, ainda que mansos, também devem usar.


Coleira Gentle Leader

E o outro modelo é o Headcollars, que são as coleiras de cabeça ou cabresto. Elas entram no focinho, passam por baixo do pescoço e são presas no alto. Esse modelo permite maior controle sobre o focinho do cachorro e toda vez que ele puxa em determinada direção, o dono pode segurar a guia firma para o seu lado.

Avalie todas essas informações e se continuar com dúvidas troque de ideia com seu veterinário de confiança. É importante você ter certeza do que está comprando, afinal é a segurança do seu animal de estimação que está em jogo.

 

Pra saber mais:

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

FILMES DE NATAL PARA ASSISTIR COM OS PETS

Então é Natal! Chegou a data mais esperada do ano, quando o clima de fraternidade toma conta das ruas e as famílias se reúnem para agradecer e celebrar tudo que foi conquistado ao longo dos doze meses

Comentários


bottom of page