top of page

VACINAÇÃO DE FILHOTES: UM ATO DE RESPONSABILIDADE E CARINHO

A vacinação em filhotes é de extrema importância para a saúde e bem estar do animal. Mas, qual a importância da vacinação? Quais as doenças a serem imunizadas e quando devemos vaciná-los? Quando o cachorro completa quarenta e cinco dias de vida, deve-se iniciar o calendário de vacinas. Já o gato inicia a vacinação com sessenta dias. Fique atento! Este cronograma precisa ser seguido com cautela e estar sempre em dia para garantir e preservar a saúde do seu filhote.

Inicialmente, o ideal é fazer uma visita ao médico veterinário para que o profissional avalie a saúde de seu pet. Animais doentes não devem ser vacinados. Não estando saudável, o organismo do animal poderá não responder à vacinação e, desta forma, a vacina perderá a eficácia. Não vacine também as fêmeas no cio, o correto é esperar até quatro semanas.

As doenças mais temidas nos animais de estimação são a Parvovirose e a Cinomose. Ambas são contagiosas, causadas por vírus, podendo levar o animal à morte, principalmente dos filhotes. A Parvovirose se manifesta nos cães, principalmente no aparelho digestivo. Os principais sintomas da doença são vômitos, diarréia com sangue, febre, perda de apetite e conseqüentemente do peso. A Cinomose se caracteriza por febre, corrimento nasal e ocular, vômito, e diarréia.  No estágio mais grave da doença, os animais têm sintomas neurológicos e podem apresentar paralisia devido à degeneração dos neurônios. 

Os cães precisam ser vacinados da seguinte forma: aos quarenta e cinco dias de vida devem tomar a 1ª dose da vacina polivalente canina. Esta vacina irá proteger os animais contra a Hepatite, Cinomose, Parvovirose, Leptospirose, a Coronavirose, e a Laringotraqueíte. Devem tomar também, uma dose da vacina Parainfluenza, que previne a tosse dos canis. Trinta dias após a primeira dose, deverá ser aplicada a 2ª dose. Quando o animal estiver com quatro meses, deverá tomar a 3ª dose e a antirrábica.

Para os gatos, a vacinação começa quando atingem dois meses de vida. Nesta fase, devem tomar a 1ª dose da vacina polivalente e após vinte dias, a 2ª dose. Com quatro meses, a 3ª dose (principalmente os gatos que têm contato com a rua) e, também neste período, a vacina antirrábica.

Para a proteção do seu bicho de estimação, os médicos veterinários recomendam que nenhum filhote tenha contato com outro animal antes de ser vacinado. E o filhotes que já passaram da época de vacinação, devem receber duas doses da vacina polivalente, com intervalo de trinta dias entre elas, e uma dose da vacina anti-rábica.

E lembre-se de que, todo animal deve receber uma dose de reforço das vacinas uma vez por ano, por toda a vida, e não apenas quando ele ainda é filhote. A imunização é sempre importante em qualquer idade para que seu bichinho de estimação não fique vulnerável às doenças.

 

Saiba mais sobre vacinação:

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CÁLCULOS URINÁRIOS EM GATOS: COMO PREVENIR?

Quem tem um bichano em casa sabe bem que, normalmente, ele não é muito fã de água e, por isso, ingere pouca quantidade ao longo do dia. Esse hábito adquirido dos seus ancestrais - que não bebiam água

DERMATITE PSICOGÊNICA: COMO PROTEGER O SEU GATO?

Dermatite Psicogênica, popularmente conhecida como Dermatite por Lambedura, é um problema de pele bastante comum nos gatos, geralmente causado por estresse, que leva o animal a se lamber excessivament

bottom of page