top of page

RESPONDA: SEU ANIMAL PODE PARTICIPAR DA CEIA DE NATAL?

Estamos vivendo o clima de Natal, época de grande confraternização entre os povos. Celebrada mundialmente, a data é partilhada pelas famílias de diferentes maneiras e as comemorações, claro, se estendem também aos animais de estimação. A essa altura, o presente de milhares e milhares de cães e gatos já está comprado. Os mais comuns são as roupinhas e os gorrinhos de Natal que os deixam muito charmosos e confortáveis, apesar de alguns se mostrarem incomodados. Mas a pergunta da hora é a seguinte: Será que o meu bichinho pode participar da ceia? A resposta é sim, mas, cuidado, hein? Nas festas de fim de ano os animais estão mais propensos aos exageros alimentares e sofrem com intoxicação alimentar. O grande problema é que os donos querem compartilhar a ceia com eles, oferecendo a mesma comida, e como a alimentação humana é completamente diferente daquela apropriada para os animais, o organismo reage mal. Os alimentos mais tóxicos para cães e gatos são os com alto teor de gordura (queijos e carnes gordurosos), o chocolate e condimentos temperados com especiarias (alho e cebola). Bebida alcoólica, nem pensar. Às vezes as pessoas acham que apenas uma migalha não vai fazer mal e assim oferecem um pedacinho de carne, massas e até um pouco de sobremesa. O que ninguém leva em consideração é que um pedacinho para nós é, literalmente, um pedaço enorme para eles. Para compreender a situação basta levar em consideração que o peso dos humanos em relação a esses animais chega a ser de 10 a 20 vezes maior, por isso aquela “sobrinha” do prato também equivale a 10, 20 vezes mais que a aceitável para eles. E como o animal nunca está saciado, a tendência dele é ficar com aquela cara de “pidão” no meio da festa. O resultado costuma aparecer nos dias seguintes quando o número de atendimentos veterinários aumenta muito após o Natal e o Ano Novo. Os especialistas são unânimes em afirmar sempre que o melhor alimento para o animal é a ração. O recomendado é que o dono do animal não dê a ele nada impróprio e que oriente as visitas a fazerem o mesmo. Bom, mais aí você vai perguntar: Se ele não pode comer nada, vai passar o tempo todo só vendo a gente degustar? Não precisa ser assim, afinal de contas é só oferecer a ele um pouco de ração balanceada. De tão feliz em participar da comemoração ele nem vai perceber que as comidas de vocês são diferentes. E no mais, Feliz Natal para todos vocês...

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CÁLCULOS URINÁRIOS EM GATOS: COMO PREVENIR?

Quem tem um bichano em casa sabe bem que, normalmente, ele não é muito fã de água e, por isso, ingere pouca quantidade ao longo do dia. Esse hábito adquirido dos seus ancestrais - que não bebiam água

DERMATITE PSICOGÊNICA: COMO PROTEGER O SEU GATO?

Dermatite Psicogênica, popularmente conhecida como Dermatite por Lambedura, é um problema de pele bastante comum nos gatos, geralmente causado por estresse, que leva o animal a se lamber excessivament

Comentarios


bottom of page