top of page

QUE ALIMENTAÇÃO OFERECER AO SEU PET NA VIAGEM DE FÉRIAS?


No último mês de julho, esta coluna divulgou dois artigos sobre o assunto. O primeiro, apresentando dez dicas para uma viagem feliz e o outro com abordagem sobre o melhor lugar para deixar os peludos, uma vez que a hospedagem ideal também requer atenção e planejamento. Dessa vez, nosso enfoque será mais voltado para a alimentação, já que estamos no período mais quente do ano e a maioria das famílias brasileiras viaja para regiões litorâneas.

Para que o seu animal sofra menos com a mudança de rotina leve a ração que ele consome na quantidade adequada para os dias de férias. Não conte com a possibilidade de encontrar o alimento no seu destino.

Potes para água e comida, além de outros utensílios como toalhas e a própria caminha dele, também são indispensáveis. Em todas as situações, quanto mais depressa o bicho de estimação se adaptar à mudança, menores as chances dele apresentar alterações fisiológicas. É natural que, num primeiro momento, ele tenha certa oscilação de apetite ou dúvidas sobre onde fazer suas necessidades.

Mas você não precisa se preocupar, a não ser que o comportamento persista por mais tempo. Levando-se em consideração que você já oferece a ele a ração produzida pela Granvita, então temos certeza que a alimentação é de alta qualidade, propiciando menor volume e odor nas fezes e isso significa conforto para todos.

Outro ponto importante é não alterar a dieta do seu animalzinho de estimação durante as férias. O organismo dele é completamente diferente dos nossos, que se adaptam mais facilmente aos “pecados” alimentares desses momentos de lazer. Se você quiser agradá-lo com algum petisco especial, então que seja um alimento apropriado.

Nunca se esqueça de oferecer água à vontade, pois os bichos podem sentir tanto ou até mais calor que os homens. E nem pense em fazer como o João Paulo, lá no Rio de Janeiro, que na inocência dos seus cinco anos, tentou refrescar o seu “amiguinho” com um potão de sorvete e virou notícia em um jornal popular, tamanha a quantidade de vômitos e de diarreia.

Os sorvetes tradicionais são impróprios para os animais domesticados e os especiais, produzidos exclusivamente para eles, estão fazendo grande sucesso em diversos países, inclusive aqui no Brasil.

Foram desenvolvidos com o objetivo de refrescá-los e promover maior interação entre os bichos e seus donos. São sorvetes sem qualquer porção de açúcar, gordura hidrogenada e lactose.

Boa viagem e muita diversão para sua família e o seu bichinho de estimação.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CÁLCULOS URINÁRIOS EM GATOS: COMO PREVENIR?

Quem tem um bichano em casa sabe bem que, normalmente, ele não é muito fã de água e, por isso, ingere pouca quantidade ao longo do dia. Esse hábito adquirido dos seus ancestrais - que não bebiam água

DERMATITE PSICOGÊNICA: COMO PROTEGER O SEU GATO?

Dermatite Psicogênica, popularmente conhecida como Dermatite por Lambedura, é um problema de pele bastante comum nos gatos, geralmente causado por estresse, que leva o animal a se lamber excessivament

bottom of page