top of page

OTITE EM PETS – COMO CUIDAR?


Problema muito comum entre os pets de estimação, a otite é um dos motivos que mais leva os bichinhos para visitas ao veterinário. Tanto a otite felina quanto a otite canina podem ocorrer com certa frequência, levando incômodo para os bichos e seus donos. Otite é o nome que se dá a doenças decorrentes de infecções ou inflamações do ouvido, ou aparelho auditivo. A otite pode ocorrer nas partes internas, médias ou internas do conduto auditivo, sendo bastante comuns.

Mas como saber que meu pet está com otite? Quais são os primeiros sintomas? E o tratamento, como é feito? Para saber se é esta a razão que está tirando o sono de seu bichinho, acompanhe o nosso artigo e saiba como se livrar e prevenir a doença!

Como identificar a otite

Vamos saber aqui quais são os principais sinais que indicam a otite em cães e gatos. Primeiramente, a coceira em excesso, acompanhada de incômodo é um dos primeiros sintomas. Tentativa de esfregar o focinho no chão, balançar a cabeça, cheiro ruim nas orelhas, principalmente acompanhada de secreção e espirros constantes são outros sintomas que devem ser observados atentamente. E atenção, pois cães que passam a andar com a cabeça inclinada de lado também pode ser um sinal de inflamação dos ouvidos!

Como é feito o diagnóstico da otite?

Para ter certeza que é esta doença que está incomodando seu pet, é necessário primeiramente uma avaliação com um médico veterinário. Além da inspeção clínica, ele poderá pedir alguns exames citológicos e de culturas, podendo também avançar para ressonância magnética e tomografia para casos mais graves. Em todo caso, aos primeiros sinais é importante avisar ao médico e não demorar para levá-lo ao veterinário.

Como é feito o tratamento?

Após o diagnóstico de otite realizado pelo veterinário, ele encaminhará medicamentos específicos para o tratamento da otite. Normalmente é receitado um antibiótico e também um remédio tópico, que deve ser passado no local. Ele deverá ser ministrado conforme as orientações do médico por todo o período indicado, caso contrário poderá haver reincidência da doença. Se a otite não passar após o tratamento, então provavelmente o bichinho terá que passar por um procedimento cirúrgico para se livrar da infecção.

Mas afinal, o que causa as otites?

As otites felinas e caninas podem ser causadas tanto por infecções decorrentes de fungos, parasitas, bactérias, quanto também por sarna e produção excessiva de cera. Por isso, manter os bichinhos sempre limpos e higienizados é essencial para prevenir a otite ou doenças que podem contribuir para a formação da doença. Para isso, tente limpar as orelhas de seu gatinho ou cão pelo menos uma vez por semana. Caso ele tenha muitos pelos, no caso dos cachorros, o ideal é levá-lo para realizar uma tosa higiênica. E não se esqueça de secar direitinho: os pelos molhados são mais propícios à propagação de fungos e bactérias.

Ainda que seja uma doença bastante incômoda, ela é fácil de tratar, principalmente se estiver no começo da inflamação. Por isso não dê bobeira e, aos primeiros sinais, procure já o seu médico veterinário de confiança!

O seu pet já passou por isso? Compartilhe sua história com a gente. Se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

FILMES DE NATAL PARA ASSISTIR COM OS PETS

Então é Natal! Chegou a data mais esperada do ano, quando o clima de fraternidade toma conta das ruas e as famílias se reúnem para agradecer e celebrar tudo que foi conquistado ao longo dos doze meses

Σχόλια


bottom of page