top of page

NA HORA DA CHAPINHA, CACHORRO DA MAIS TRABALHO QUE MADAME



O título deste artigo é, na verdade, uma declaração do brasileiro

Willian Galharde que se tornou muito respeitado no mercado depois de vencer por duas vezes o campeonato mundial de tosa de animais. Sua ascensão profissional é reflexo da grande aproximação entre os donos e seus bichinhos de estimação, sobretudo os cães. Hoje em dia, o mercado pet oferece não apenas produtos diferenciados como serviços pra lá de especiais.

É aí que entra o profissionalismo de Galharde que dos R$30,00 diários, da época em que começou a tosar cachorros, hoje cobra entre R$300,00 e R$600,00 por animal. Por que tudo isso? E ele responde, categoricamente: “Cachorro dá mais trabalho que madame. A cliente fica paradinha, recebe massagem e, no máximo, reclama da temperatura da água. No caso dos animais o tosador tem de lavar o traseiro deles e ficar atento se o secador está na temperatura ideal. Temos que ficar atentos o tempo todo para evitar que o animal caia da mesa”.

Nós ficamos curiosos em saber quem paga R$600,00 pela tosa e o premiado esteticista respondeu que são as mulheres geralmente ricas, de 30 a 50 anos, sem filhos ou com filhos adultos. Quem trata o cão só como cão não gasta esse dinheiro. Mas quem vê como filho chama até de bebê.

Por outro lado não podemos desconsiderar aqueles donos que amam seus cães mas não tem esse dinheirão todo. E aí, dá pra fazer o quê? A sugestão de Willian Galharde é muito sábia: “Procure um tosador de sua confiança e procure informações com os clientes se ele não maltrata os bichinhos. Indico lugares que tenham vidros e câmeras”.

Galharde tem a maior equipe de tosa do mundo, são 150 profissionais trabalhando em São Paulo, com salários iniciais de R$2 mil. Eles são especializados em tintura, chapinha e até mesmo aplique de cabelo humano. Só não fazem descoloração porque a química tem cheiro forte e pode queimar e causar vômito.

Se você também tem curiosidade em saber quais as raças dão mais trabalho, a resposta do bicampeão está na ponta da língua: “São as de pelo duro, como West terrier e schnauzer. Por isso a tosa é feita a mão, com faquinha ou tesoura. Com esses cuidados é possível evitar sangramentos decorrentes do erro mais comum que é o corte fora do padrão da raça”.

Entre os clientes famosos ele cita a yorkshire do apresentador de televisão Gilberto Barros, que sempre faz uma hidratação, e um maltês da cantora Sandy, que gosta bastante de penteados.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

FILMES DE NATAL PARA ASSISTIR COM OS PETS

Então é Natal! Chegou a data mais esperada do ano, quando o clima de fraternidade toma conta das ruas e as famílias se reúnem para agradecer e celebrar tudo que foi conquistado ao longo dos doze meses

Comments


bottom of page