top of page

MEU PET É PARECIDO COMIGO?


Quantas vezes você já ouviu que “o cachorro é a cara do dono”? E se te disséssemos que essa comparação é real e foi cientificamente comprovada?

Pois é, você e seu melhor amigo têm mais em comum do que você imagina. Um estudo feito no Japão, pela universidade de Kwansei Gakuin University, conseguiu comprovar e explicar essa semelhança. Sadahiko Nakajima, autor da pesquisa, executou uma série de testes em centenas de voluntários. Na primeira fase ele comparou imagens dos pets com as imagens dos seus respectivos donos. Na segunda fase, pegou as imagens e as embaralhou, colocando uma tarja preta tampando os olhos, a boca e outras partes do corpo. Foram 502 escolhidos para tentar juntar os pares novamente. Qual foi o resultado? No caso das fotos sem tarja, 80% dos participantes acertaram quem eram os donos dos cachorros, e nas fotos com a tarja 73% dos participantes acertaram.

O que mais impressiona na pesquisa não é só o número de acertos, mas um detalhe crucial (e poético): os olhos de nossos amiguinhos são surpreendentemente iguais aos nossos. A alta taxa de acertos nas fotos com tarja preta é justificável, pois a pesquisa foi realizada no Japão, país onde não existe uma grande variação no formato dos olhos.

Isso mostra que aquela velha história de que nós procuramos uma pessoa parecida com nós para nos relacionarmos não se limita ao casal. Na hora de procurar nosso pet, mesmo que inconscientemente, escolhemos aquele que se parece conosco.

Pets, os verdadeiros espelhos

O seu comportamento influencia diretamente o comportamento do seu pet, e este é um outro fator que deixa vocês muito parecidos. Funciona como um espelho, se você for uma pessoa energética e agitada, seu cão tem grande probabilidade de também ser. Se você transparecer insegurança e medo, ele também sentirá esses sintomas.

Os cães começam a se moldar desde cedo, com a mãe. Logo depois seu dono se torna o seu exemplo. Isso aproxima ainda mais o pet de seu dono, deixando-os inseparáveis. Essa amizade só faz bem, e a ciência, mais uma vez, explica. A relação com os nossos pets não fica só no campo afetivo, nosso organismo também reage a essa amizade. A ocitocina, ou “hormônio do amor”, diminui o stress e a pressão arterial, proporciona afeição e aumenta o instinto de proteção. E é isso tudo que acontece quando você abraça seu cãozinho. Legal, não é?

A ligação entre comportamento e as raças

Não são somente fatores externos que moldam o comportamento dos cães. A raça tem grande influência na personalidade e no jeito dos nossos amigos. Quando você achou seu companheiro, você não o escolheu somente pela aparência. Sim, o olhar ajudou muito, mas a raça também foi um fator decisivo. Sua escolha pode ter sido inconsciente, mas você optou por aquela raça porque o jeito do animal e seu comportamento batem com o seu e se encaixa muito bem em seu estilo de vida. Pensando nisso, listamos aqui algumas raças e seus comportamentos para quando você ou um amigo seu quiser adotar um novo companheiro. Confira:

Os extrovertidos: são alegres, festeiros e, as vezes, muito agitados. Se falassem ficariam tagarelando o dia inteiro. São as raças: Beagle, Poodle, Dálmata, Shar Pei, Collie e outros.

Os agradáveis: são os pets que se dão bem com todos e em todos os ambientes. São as raças: Yorkshire, Chihuahua e outras.

Os calmos: estes são tranquilos e equilibrados. São eles: Basset, Dog Alemão, Labrador e outros.

Gostaram? Agora que você sabe que seu pet é a sua cara, conta para nós quais características você e o seu cãozinho mais tem em comum!

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

FILMES DE NATAL PARA ASSISTIR COM OS PETS

Então é Natal! Chegou a data mais esperada do ano, quando o clima de fraternidade toma conta das ruas e as famílias se reúnem para agradecer e celebrar tudo que foi conquistado ao longo dos doze meses

Comments


bottom of page