top of page

HORA DE CONHECER O CÃO PELADO MEXICANO – O “PRIMO” DO PELADO PERUANO


Você já teve a oportunidade de ler em nosso blog a origem e as características do Cão Pelado Peruano. Agora chegou o momento de conhecer o “primo” dele que, de tão parecido, se chama Cão Pelado Mexicano.

A similaridade no nome com a raça anterior não é mera coincidência, pois em muitos aspectos eles são bem semelhantes apesar de viverem geograficamente tão distantes.

O Pelado Mexicano tem uma história de mais de 3.000 anos, quando os animais eram muito difundidos entre os povos pré-colombianos. Mas apesar dessa longuíssima história, a raça só foi reconhecida oficialmente na década de 50, tornando-se muito rara na segunda metade do século XX e quase entrando em extinção na década de 80.

Como o próprio nome já indica, sua principal característica é a ausência total ou quase total de pelo, com a pele suave e ajustada. Por isso é muito sensível ao sol forte e ao calor, necessitando de protetor em todo o corpo.

A raça, que chegou a ser utilizada nos castelos para aquecer os pés de seus donos na cama, é muito elegante, devido aos movimentos graciosos e ao porte delgado. Os olhos aparecem com destaque e vão dos tons pardos e pretos até os castanhos ou amarelos.

Machos e fêmeas combinam bem, inclusive nem têm diferenças de porte ao longo de seu crescimento. Geralmente a altura mínima varia de 25 a 35 cm, a média entre 36 e 45 cm e a máxima, de 46 a 60 cm.

Em relação ao comprimento, aí sim, as fêmeas podem ser ligeiramente mais longas que os machos. Quanto ao peso, vai acompanhando o crescimento podendo chegar aos 25 quilos. Cães dessa raça também precisam de bons cuidados higiênicos, com banhos e hidratações pelo menos duas vezes por mês.

Agora, bom mesmo é o temperamento do Pelado Mexicano. É um cão tranquilo, quieto, alegre, atencioso e, ao mesmo tempo, alerta. Os donos também são unânimes em reconhecer suas demais qualidades, estando entre as principais o companheirismo, o lado guardião e o fato de nunca ser agressivo.

Mas você não deve esperar que ele seja receptivo ao conhecer seus amigos, pois a desconfiança faz parte da sua natureza. Ele olha, cheira, olha de novo, sai de perto meio cabreiro, volta, dá mais uma espiadinha e continua na dele. Só na segunda vez é que se aproxima um pouco mais da visita até que, aos poucos, vai se acostumando com ela.

Bandido, então, não tem vez porque o Pelado Mexicano late sem parar acusando a presença estranha. Devido à sua popularidade e inúmeras qualidades a raça vai se espalhando pelo mundo afora, já tendo chegado a vários países da América do Sul, América Central e também na terra de “los hermanos”.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CÁLCULOS URINÁRIOS EM GATOS: COMO PREVENIR?

Quem tem um bichano em casa sabe bem que, normalmente, ele não é muito fã de água e, por isso, ingere pouca quantidade ao longo do dia. Esse hábito adquirido dos seus ancestrais - que não bebiam água

DERMATITE PSICOGÊNICA: COMO PROTEGER O SEU GATO?

Dermatite Psicogênica, popularmente conhecida como Dermatite por Lambedura, é um problema de pele bastante comum nos gatos, geralmente causado por estresse, que leva o animal a se lamber excessivament

bottom of page